Thiago Berlitz Rondon

Efetuando testes com o Test::TCP
Publicado em 01/09/2011

Efetuando testes com o Test::TCP

Introdução

Para trabalhar com testes de fumaça (eu sempre fico perdido com estas traduções), no qual você precisa verificar se o teu aplicativo esta trabalhando corretamente, ou para testes de integração para por exemplo verificar parâmetros de configuração, performance, e etc. Enfim, este módulo pode ser bem utilizado para estes casos, vamos primeiramente falar sobre o funcionamento geral e logo depois, colocar alguns exemplos de uso.

Existem muitos casos onde é muito interessante adicionar testes para verificar o cenário no qual há uma conexão via tcp entre cliente e servidor, e é onde este módulo se encaixa, ele oferece uma simples interface para facilitar o desenvolvimento de testes entre clientes e servidores que se comunicam via TCP.

Métodos disponíveis

Há três métodos disponíveis neste módulo.

empty_port
	my $port = empty_port();

Oferece o recurso para você obter uma porta "livre", ou seja, é muito útil quando você deseja executar um servidor e ter certeza de que a porta que você vai utilizar esta livre para ser utilizada no teste.

wait_port
	wait_port(8080);

Aguarda a porta especifica a ficar livre, use esta função apenas se tiver muita certeza do que esta fazendo no teu teste.

test_tcp

Esta é a interface funcional para o módulo, no qual você adquiri uma maneira simples de executar os seus testes, por exemplo:

	use Test::TCP;

	test_tcp (
		client => sub {
			my ($port, $server_pid) = @_;
			# ...
		},
		server => sub {
			my $port = shift;
		}
	);

Você também pode se utilizar a interface orientada objetos:

	use Test::TCP;

	my $server1 = Test::TCP->new(
		code => sub {
			my $port1 = shift;
			#...
		}
	);

	# código para o cliente

Cenários

Ambos os exemplos, você pode copiar e colar em um arquivo "teste-foo.t", no qual é extensão utilizada para os arquivos de teste na linguagem, e depois executar no prompt "prove teste-foo.t".

Cliente e Servidor Perl

No exemplo abaixo, estamos utilizando o módulo IO::Socket::INET para criar um servidor e um cliente em Perl para efetuar um teste, no qual basicamente iremos enviar uma string e receber ela devolta (echo server). O objetivo é ilustrar o uso de uma simples implementação na linguagem para realizar as tarefas dos dois lados.

	use Test::More;
	use Test::TCP;
	use IO::Socket::INET;

	my $host = '127.0.0.1';

	test_tcp(
    		server => sub {
		        my $port = shift;

		        my $server = IO::Socket::INET->new(
		            Proto     => 'tcp',
		            LocalPort => $port,
		            Listen    => SOMAXCONN,
		            Reuse     => 1
		        ) or "can't setup server";

		        while ( $client = $server->accept() ) {
		            $client->autoflush(1);
		            while (<$client>) {
		                last if (/quit/i);
				print $client "$_";
			}
	    		close $client;
      		  }

    		},
    		client => sub {
        		my $port = shift;
		        my $sock = IO::Socket::INET->new(
	    			PeerPort => $port,
       				PeerAddr => $host,
		   		Proto    => 'tcp'
        		) or die "Cannot open client socket: $!";

        		print $sock "alice\r\n";
        		my $res = <$sock>;
        		is $res, "alice\r\n";
    		},
	);

	done_testing();

Cliente ou Servidor externo

Este é um teste simples com o memcached, no qual estamos utilizando o estilo baseado em OO para escrever o teste. Veja que primeiramente eu estou executando o servidor, com a porta que o Test::TCP esta me passando para utilizar, eu execute o memecached com o parâmetro para escolher a porta desejada e então logo depois invoco o módulo de cliente para setar uma chave e buscar ela.

Este caso ilustra, o uso de do teste com um aplicativo externo.

	use Test::More;
	use Test::TCP;
	use Cache::Memcached;

	my $bin = '/opt/local/bin/memcached';

	my $memcached = Test::TCP->new(
		code => sub {
			my $port = shift;
			exec $bin, '-p' => $port;
			die "Cannot execute $bin: $!";
		},
	);

	my $memd = Cache::Memcached->new({ servers => ['127.0.0.1:' . $$memcached->port]});

	$memd->set( foo => 'bar' );
	is $memd->get('foo'), 'bar';

	done_testing;




AUTOR

Thiago Rondon, thiago@aware.com.br, http://www.aware.com.br

blog comments powered by Disqus